Sex. Dez 4th, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

Homenagem à Coolabora

2 min read

Na canção do Chico Buarque e do Augusto Boal, Mulheres de Atenas, canta-se “Não têm sonhos, só têm presságios”. As da Covilhã querem conquistar o céu, com razão.

Andava, há uns dez anos atrás, nas rotas do desenvolvimento local. Dinamizava sessões de trabalho nas associações e nas cooperativas para apoiar a inovação e novas abordagens à economia local. Era tempo das Oficinas ECOSOL, apoiar a criação de atividades com critérios e opções claras no sentido da economia solidária. Era tempo da recusa do empreendedorismo Coca Cola, pau para toda a colher e da reprodução cega dos modelos capitalistas mais absurdos, em nome da iniciativa e do emprego.

Fui à Beira Serra. Na Covilhã. Procurei pela Graça com quem tinha interagido nas redes temáticas da Iniciativa Comunitária EQUAL. Foi-me dito “Já não estão cá, criaram uma cooperativa de mulheres!”. Na altura pareceu-me estranha aquela formulação, sabia que as ideias dominantes nas questões da igualdade de género eram integradoras e não- feministas radicais. Mas fiquei sempre com essa representação não-voluntária da Coolabora no meu olhar e no meu pensamento. Quando visito a IDEARIA, as instalações da Coolabora na Covilhã, um dos espaços mais livres e mais irreverentes do mundo do desenvolvimento local, sinto essa sensação confortável de estar com mulheres não-discriminatórias que têm orgulho de ser mais do que iguais. São da Coolabora, são a Coolabora. E está tudo dito.

Carlos Ribeiro, 17 de Fevereiro 2019

Equipa da Coolabora com Rosa Monteiro, Secretária de Estado.
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)