Sex. Dez 6th, 2019

Jornalismo cidadão |

The walking dead,

1 min read

Helder Costa, dramaturgo

Desde há séculos que somos massacrados com espiritismos, lobishomens, vampiros e outras avantesmas que fabricam a ignorância, o analfabetismo e, em consequência fácil, o medo.
Mas, apesar de todas essas ” habilidades”, a Humanidade tem feito o seu caminho. O século XVIII viu o apogeu do Iluminismo e os pontos máximos de viragem que foram a Revolução Norte – Americana e a Revolução Francesa de 1789.
Dessas lutas e Revoluções surgiram novos conceitos sociais e políticos: a Constituição, a separação de poderes, a cidadania, a garantia dos direitos humanos, o Estado laico oposto à Religião, mas tolerante com qualquer crença…e por aí adiante.
E agora, desenterrando o primarismo, a boçalidade, o ódio e o crime, surgiram figuras a que me apetece nomear de trogloditas, cavernículas, e outros mimos parecidos. Mas não quero ofender os nossos queridos antepassados que foram selvagens , canibais, criminosos, mas também souberam crescer. Para este novo fenómeno sociológico, só me lembro do Walking Dead. Esperemos, como nos filmes de Hollywood, que no fim sejam exterminados.
Chamam-se essas abenserragens Trump e Bolsonaro.

Walking Dead – ©WD Brasil
Helder Costa
Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.