Qui. Abr 9th, 2020

Jornalismo cidadão |

Isto é uma aprendizagem fortíssima

2 min read

Carlos Ribeiro | Praça das Redes | 18 de março de 2020

Podemos falar de Aprendizagem ao Longo da Vida para todos sem excepção. Para os adultos, em processo RVCC e de formação, que estão a ser desafiados para novas formas de participação, mas também para a Equipa do Centro Qualifica que enfrenta na sua actuação quotidiana os desafios da mudança significativa de paradigma de funcionamento e de animação pedagógica.

UMA EQUIPA DE 13

Esta avaliação de Rosa Vieira coordenadora do Centro Qualifica EPATV – Escola Profissional Amar Terra Verde traduz de forma clara a percepção que ela tem do envolvimento dos 13 elementos de uma equipa que já trabalha em cooperação praticamente desde 2007.

OS “PARADOS” NÃO PODEM PARAR

A estabilidade relativa do grupo de trabalho facilita imenso o processo de adaptação às novas exigências. “Na prática, ao longo dos últimos anos, muitas tarefas já eram realizadas a distância. A utilização de plataformas como o SLACK, apesar de básica e simples, foi muito útil e organizámos numa primeira fase os diversos canais de comunicação (geral, outros assuntos e acompanhamento de processos RVCC). Numa segunda fase generalizámos o recurso ao correio electrónico para efeitos de comunicação e desenvolvemos mesmo uma iniciativa para aqueles que chamamos de PARADOS. São todos aqueles que ficaram desmotivados ou que alegam não ter tempo para continuar” relata Rosa Vieira.

O Centro Qualifica teve que suspender a realização de um júri agendado com 10 candidatos que estavam devidamente preparados. Adiaram porque não têm a certeza que uma iniciativa com esta responsabilidade possa ser validada, num plano principalmente administrativo, pelas autoridades supervisoras. Mas estão interessados em acompanhar a experiências neste domínio e vão interagir com quem os estiver a promover.

CONSTRANGIMENTOS ADMINISTRATIVOS

“Neste plano do júri e da formação complementar precisamos de orientações claras e seguras porque é todo o trabalho da equipa que está em causa” salientou Rosa Vieira que admite que os constrangimentos administrativos deveriam ser rapidamente ultrapassados porque o registo no SIGO nem sempre abarca todas as acções que são levadas a efeito.

PRODUTIVIDADE SURPREENDENTE

Importa dar destaque a uma reflexão da coordenadora do CQ-EPATV que nos dá nota que os membros da equipa apercebem-se que dedicando menos tempo às tarefas que no presencial acabam por ter uma produtividade mais elevada. “Isto é um bom sinal e nós queremos tirar proveito desta margem proporcionada pela flexibilização dos processos” concluiu Rosa Vieira que comprometeu-se a continuar a testemunhar de forma activa nesta processo que ela própria considera de ” aprendizagem fortíssima”.

Rosa Vieira coordenadora do Centro Qualifica EPATV
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.