Qua. Set 23rd, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

Não se deixem enfeitiçar pelas maravilhas tecnológicas

5 min read

Etelberto Costa, março 2020 | EU LLLPlatform pool of experts

Perfaz 20 anos que os pioneiros do eLearning em Portugal lançaram e se atreveram a iniciativas de aprendizagem a distância via plataformas eletrónicas (a EaD remonta a muito atrás!). Eles tiveram a noção que estavam a entrar em terrenos “movediços” e constantemente alertavam nas suas intervenções que não era a tecnologia que fazia aprender antes o modelo pedagógico, de motivação, colaborativo e de “feedback”.

Grupos especiais

A semana passada, com as medidas decretadas para a guerra de combate ao Covid19, surgiram muitas respostas solidárias e adequadas para que as pessoas, mantendo-se em casa, continuassem a trabalhar, a aprender e a produzir conhecimento e produtos. Um grupo especial são os professores/formadores e os alunos/aprendentes.

Citações, casos e regras

Segui de perto, nos media e nas redes sociais o que acontecia.  Este artigo é uma compilação de casos. Foram muitos e por isso tive que fazer escolha (mas estão todos livres de os conhecer se agora ficam em casa, com tempo…).  Incluo alguns com regras para que não se deixem enfeitiçar pelas maravilhas tecnológicas (uma vez mais!) e, de uma vez, aceitem que é de pedagogia na aprendizagem que escrevemos (sim, que não de Educação/Formação ou Ensino ou mesmo de Instrução-mas isso é tema para outra sala!). Porque, com esta, são os alunos/formandos aprendentes (que somos todos nós – ler artigo publicado aqui em 04março) que contam e são os protagonistas.

Francisco Restivo 
De facto, o ensino online coloca-se do lado do aprender, e quem quer aprender aprende sempre! O modelo das aulas tradicionais, do síncrono, do igual para todos, ao mesmo tempo, coloca-se mais do lado do ensinar.   Postado no facebook em 14março.

Raquel Bragança

Se servir de alguma coisa, deixo aqui testemunho da minha experiência após 7 semanas em ensino domiciliário devido a isolamento social, em Macau. Na minha escola estamos a usar Google Classroom e Zoom do 5.º ao 12.º e escola virtual para 1.º ciclo

CISCO

Get Webex for your school or higher education institution for free 

FCCN – da Colibri ao NAU

fccn-disponibiliza-varias-plataformas-para-ensino-a-distancia/

Utilizadores de serviço de ensino à distância da FCCN-FCT aumentaram mais de 2800%

O serviço Colibri, desenvolvido Fundação para Computação Científica Nacional, permite juntar centenas de participantes da comunidade académica e científica tenham reuniões ou aulas através da Internet.

Marco Frazão

cursos-online-cidadania-digital

Passemos a algumas recomendações para evitar erros e desastres acusatórios: Vamos à primeira:

Covid-19: Unesco divulga 10 recomendações sobre ensino a distância devido ao novo coronavírus.

Agência da ONU estima que mais de 296 milhões de crianças estejam sem aula; 10 março 2020

Seguir os Mestres faz-nos aprender. Leiam a segunda:

Estratégias e Modelos para a Educação On-line

Por Antonio Dias de Figueiredo University of Coimbra – professor jubilado

Mas, o primeiro que me surgiu e despertou para fazer algo foi esta de mestre Tony Bates:

7 advices from Tony Bates who knows….be aware of speed decisions and offers of heaven!

Advice to those about to teach online because of the corona-virus

E, atentem agora nesta:

Leonel Morgado 

Socorro! A COVID-19 fechou a universidade, como ensino?

Sugestões pragmáticas para passagem de contingência do ensino presencial para online

Ficam 10 pontos de uma colega de sociologia, Rebecca Barrett-Fox

Pronto, vamos ficar por aqui, neste ponto, com esta última:

Created by Dr Jan Herrington – Professor of Education
Murdoch University Perth, Western Australia

About authentic learning

Este sitioweb descreve um modelo de aprendizagem “autêntica”, baseado em 9 elementos-chave que podem ser usados para projetar ambientes de aprendizagem autênticos. Foi criado para apoiar cursos e unidades curriculares utilizando aprendizagem autêntica e criando autêntica aprendizagem e-learning.

Vamos a resumir que afinal o nosso tempo para leitura continua escasso e reduzido por solicitações volumosas.

Há muito que existem ferramentas digitais de comunicação, de aprendizagem, de gestão. Algumas de grande escala e outras de dimensão mais reduzida. Mas todas a funcionar bem e com bons resultados. Mas, sempre colocadas em segundo plano quando se trata de viajar para reuniões distantes ou mesmo à beira de porta, ou para considerações de ordem psicológica/sociológica para minimizar a aprendizagem/ensino por estas vias. Agora, eis alguns exemplos dos tempos recentes. Em força e em grande escala, porque são muitas e em crescendo, as Pessoas a usarem e acederem.

A Dublin City University no seu  National Institute for Digital Learning apresenta Swiftly Moving Online – Coronavirus Response  e está a disponibilizar recursos de apoio à súbita transição para a aprendizagem online: https://www.dcu.ie/…/Swiftly-Moving-Online-Coronavirus.shtml

Docebo

As a global company with learning at our core, we are committed to providing support to the global community impacted by #COVID19.

Free courses focused on infection control and pandemic awareness are available at the Docebo Content Catalog.

Em Portugal, entretanto,

PLATAFORMA UTILIZADA PELA UC PARA AULAS À DISTÂNCIA PERMITIRÁ COLOCAÇÃO DE DÚVIDAS

No plano de contingência da UC está prevista a substituição das aulas presenciais por métodos digitais para promoção do ensino à distância, que estão a ser desenvolvidos neste momento

Postado por Carlos Pinheiro

100 ferramentas digitais para educação

Teresa Pombo 

Decidi agrupar as minhas sugestões das últimas horas em symbaloo.com/mix/ensinoadistancia

Irei acrescentando. Todos os contributos são bem vindos! Obrigada!

LeYa disponibiliza conteúdos digitais gratuitos a todos os professores e alunos

LEYA » Notícias

Porto Editora

Escola Virtual – Acesso Temporariamente Gratuito

E, termino,  reitererando o último parágrafo do artigo do passado dia 04 março :

“Este o mundo Real em que estamos e esta epidemia do COVID19 veio evidenciar que existem meios tecnológicos para mudarmos de processos, de comportamentos e de atitudes e tornarmos a nossa economia mais ágil e competente, dando às Pessoas melhores condições de trabalho e de realização.

Porque estamos a demorar tanto (adiando sucessivamente a transformação digital) a alterar os nossos ambientes e contextos de aprendizagem e de trabalho? é a pergunta que se impôe. Os lideres atuais têm esta derradeira oportunidade de fazerem acontecer a mudança. Olhem ao Futuro dos nossos descendentes que eles/as já nos exigem”.

Entretanto, o Pano de Ação para a Transição Digital anunciado pelo Governo no dia05março p.p. , está a aguardar melhores dias…Inclui um Plano de transição para a Educação digital que não só para Escolas…é de senso comum que as Lições aprendidas nesta crise, sem paralelo, possam agregar valor àqueles. Assim seja!

etelbertocosta@gmail.com

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)