Qui. Abr 9th, 2020

Jornalismo cidadão |

Ligar os processos em curso à experiência que está ser vivida

2 min read

Carlos Ribeiro | Praça das Redes | 20 de Março de 2020

Em Fafe em batalhas são muitas. As empresas locais estão a ser profundamente abaladas pela situação provocada pelo COVID-19 e as estruturas de apoio local estão empenhadas em diversos campos de intervenção. O Centro Qualifica está a organizar-se em novas bases e a preocupação é antes de mais manter a equipa unida.

Aproximar as pessoas

Luís Carvalho, coordenador do Centro Qualifica, tem consciência que o ambiente é de azáfama geral apesar da tranquilidade aparente. Alguns dos membros da equipa têm dificuldades em acompanhar todos os passos que estão a ser dados de forma muito progressiva. “Uma das formadoras tem duas filhas médicas. O seu estado de espírito não lhe permite, neste momento de grande preocupação, atender a muitas solicitações. Outros não dispõem de meios informáticos actualizados porque não precisavam; aqui no Centro dispunham do que necessitavam para a sua actividade” adiantou o Coordenador do Centro Mais que reafirmou que o papel central deste tipo de estruturas de interesse público consiste antes de mais em aproximar as pessoas.

Formação complementar

“Vamos experimentar a formação complementar a distância e veremos com a Agência como devemos relacionar esta actividade com o quadro de indicações que nos estão a dar. Teremos que recorrer a plataformas electrónicas simples e com um acesso fácil a partir do telemóvel, não podemos recorrer a meios desajustados dos equipamentos habituais dos colaboradores” reafirmou Luís Carvalho que clarificou que a desmaterialização dos portefólios já era uma realidade de longa data No CQ de Fafe.

Sistematizar a experiência

A intenção agora é ligar os processos em curso à experiência concreta que as pessoas estão a viver neste momento muito especial. A sistematização da experiência neste caso poderá abarcar áreas como o trabalho, a saúde e a família, por exemplo.

Cuidar dos recursos

“Não deixámos de tratar uma questão essencial que se prende com os aspectos financeiros. Assegurámos a todos aqueles que estão a recibos verdes um quadro bem definido de remuneração para que se mantenha uma certa estabilidade a todos os níveis” adiantou ainda Luís Carvalho a terminar a nossa conversa….a distância.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.