Dom. Set 20th, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

O vigarista-mor

2 min read

@Praça das Redes | Helder Costa, Dramaturgo | Opinião

Não, o Trump não merece a palavra mentiroso; esta doce e branda designação que é usada para corrigir os “jogos” infantis. Neste caso, trata –se de um vigarista, ladrão, esclavagista e genocida.

A ultima jogada foi dizer que o Lincoln do partido Republicano é que tinha acabado com a escravatura. É verdade, mas a história é outra.Abraham Lincoln venceu as eleições presidenciais de 1860 defendendo o fim da escravatura. Em 4 de fevereiro de 1861, nasceu uma união política com sete estados do Sul dos Estados Unidos (Carolina do Sul, Alabama, Mississippi, Geórgia, Flórida, Texas e Louisiana), agrários e esclavagistas com o nome Confederação. Um mês depois, em 4 de março de 1861, Abraham Lincoln tornou-se o novo Presidente dos Estados Unidos , e então começou a guerra que durou de 1861 a 1865 e custou 750.000 mortos.A Confederação perdeu a guerra.

Lincoln confirmou o fim da escravatura. Mas a História não acaba aqui. Seis dias depois de tomar posse, foi assassinado. REPITO: 6 DIAS!A escravatura continuou nesses Estados do Sul e só começou a ceder relativamente durante as lutas dos anos 60, cem anos depois, com mortes e perseguições de que se salientam os irmãos Kennedy e Luther King.Mas o espírito e os ódios da Confederação continuam bem vivos e renasceram com o estímulo e apoio deste criminoso que mancha indelevelmente a bem frágil democracia Norte Americana

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)