Sáb. Set 19th, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

Na Covilhã, as alturas vão dar às estrelas.

2 min read

@ Praça das Redes | 4 de Julho | Com Rosa Macedo, coordenadora do Centro Qualifica Campos Melo da Covilhã

Rosa da montanha. É uma planta rara também conhecida por sol-da-montanha que, sendo rosa, apresenta-se alaranjada. A rosa-da-montanha gosta de declives pronunciados. Na Covilhã, as alturas vão dar às estrelas, o sobe e desce é estrutural nos percursos e, ir a uma Tertúlia Literária, não é pera-doce.

Vem isto a propósito da sessão comemorativa do Dia Mundial das Bibliotecas que a Rosa Macedo, coordenadora do Centro Qualifica da Escola Secundária Campos Melo nos relatou desta forma “organizámos uma Tertúlia Literária e uma sessão comemorativa do dia Mundial das Bibliotecas, com adultos em processo RVCC, formandos do curso EFA – Tipo C, Formadores, Mediadores, Técnicos ORVC e Coordenadora do CQ”.

Maria da Luz

Mas o movimento por ali não se fica pela conversa nas bibliotecas “também participámos num evento para comemoração do dia Mundial do Livro, com o apoio da professora Maria da Luz, da equipa da Biblioteca escolar” reforçou Rosa Macedo.

“A equipa” adiantou a coordenadora serrana, segura e até orgulhosa “como resposta à pandemia COVID-19, encetou todos os esforços, no sentido de garantir a continuidade da sua atividade, promovendo a ALV – Aprendizagem ao Longo da Vida. Continuámos a apoiar, todos os adultos que pretendem aumentar as suas qualificações, mas agora à distância, pois sabemos que a qualificação é a chave para um maior crescimento económico”.

Orquestra

E para finalizar a sua apreciação “continuamos a exercer todas as atividades que viabilizam a continuidade das inscrições, do encaminhamento para formação qualificante ou para o desenvolvimento de processos RVCC. Durante este período também houve lugar a sessões de certificação, utilizando recursos online”.

A equipa Qualifica é também orquestra. E não é por acaso que surge o “Duke”, não o de copas ou o de Edimburgo, mas  o Ellington, o compositor que foi o  primeiro músico de jazz a entrar para a Academia Real de Música de Estocolmo e, foi honoris causa nas mais importantes universidades do mundo e funcionou sempre com o coletivo orquestra. Rosa ataca e conclui “como dizia Duke Ellington, os problemas são oportunidades para se mostrar o que se sabe e eu, adianta RisaMacedo acrescentaria, para melhorarmos as competências, enfrentando com êxito os novos desafios.

© foto Rosa Macedo editada

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)