Seg. Set 28th, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

Dragões lançam chamas no RVCC

2 min read

@ Praça das Redes | 17 de julho | com Miguel Ângelo Soares Alves Lopes da Silva | Histórias de Navegadores Confinados

Miguel Ângelo realizou o seu processo RVCC – Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências no Centro Qualifica do Agrupamentos de Escolas Henriques Nogueira em Torres Vedras. A sua abordagem às competências esteve diretamente relacionada com um projeto: lançar a primeira pedra da Casa do Futebol Clube do Porto em Torres Vedras.

Miguel Ângelo não se deixou intimidar pelo rosnar do leão que se sente em cada rotunda e esquina da cidade. Fala em “nova esperança no concelho” e não hesita em validar a sua iniciativa com o argumento de ser “portista de alma e coração, agora presidente da casa do FC Porto, Dragões de Torres Vedras”, sendo seu fundador honorário.

Uma Casa com 200

“Esta casa que ainda está em formação rapidamente se tornou bastante falada, tanto no nosso concelho como noutros concelhos mais distantes”.O sucesso da iniciativa teve a ver com a capacidade de intervir nas Redes Sociais e em especial no “Facebook que na fase do lançamento contou de imediato com mais de 200 seguidores”.

Gente trabalhadora

Miguel Ângelo tem noção da importância do trabalho em equipa neste projeto e relata que “contamos igualmente com uma direção e assembleia geral sólida e bastante trabalhadora que está a formar os alicerces desta que irá ser a nova casa de Torres Vedras.

Estamos a preparar-nos para formar associação, para posteriormente termos sócios que nos ajudem a manter e construir novos objetivos e novas esperanças”.

COVID-19 provoca standby

Para finalizar os apontamentos sobre este projeto que é também um resultado da sua maior autonomia e da sua auto-estima reajustada pela positiva adianta “o momento em que nos encontramos não é o melhor, derivado ao Covid 19, muitas actividades ficam em standby, mas com a chama que todos trazem no coração e no orgulho que é pertencer a uma casa do FC do Porto, tudo se torna possível, basta acreditar”.

As convicções clubísticas e a noção de projeto acabaram por construir um sentido operacional para o RVCC que não quer apenas significar “possuir um certificado” .

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)