9 de Fevereiro, 2023

Praça das Redes

Jornalismo cidadão | Redes e Comunidades

Projetos locais. Navegar…é preciso!

18 de outubro, 2022

Como funcionam as caravelas?

Nós somos caravela. Há quem prefira ser patinador num ringue de 2×2. Andar às voltas, rodopiar, regressar ao ponto de partida depois de umas voltas, curtas, mas que dão o ar da sua graça. A caravela abre caminhos, faz paragens, aprovisiona-se para a meta seguinte.

Um território imaginário

Imaginemos um território com quatro instituições que desenvolvem ações para os seus utentes/utilizadores/adultos participantes, São iniciativas que estão a decorrer porque elas são úteis para quem nelas participa. Não são “projetos” inventados para “dinamizar projetos”. O apoio domiciliário em alimentação, limpezas, acompanhamento a adultos que necessitam desse serviço; a saúde comunitária, com visitas ao domicílio de diagnóstico e apoio informativo sobre as terapias, as conversas partilhadas na Casa do Povo ou na associação, as atividades de primeiros socorros / suporte à vida ; o desporto no parque com encontros regulares para caminhadas, exercícios coletivos, as partilhas com as nutricionistas; a universidade sénior e os seus cursos gerais, os seus temas sobre história local, as suas iniciativas de visitas e cooperação….A interrogação é a seguinte: neste contexto concreto, real, cujas atividades funcionam com regularidade e que dão respostas a necessidades específicas dos adultos nos territórios ONDE, COMO e QUANDO poderá ser articulada com os adultos envolvidos uma abordagem formativa que reforce o sentido de participação nas ações que já realizam e que se traduzam em mais-valias em matéria de aprendizagens relacionadas com a vida quotidiana?

Espaços Partilhados de Aprendizagem

Espaços partilhados de aprendizagem não é principalmente uma abordagem logística. Trata-se de uma co-construção entre parceiros que nos territórios desejam reforçar-se mutuamente. Nesses termos a CIRCULAÇÃO DA CARAVELA pelos diversos ESPAÇOS consiste em primeiro lugar na circulação por NOVOS CONTEXTOS DE APRENDIZAGEM.

Essa é a mais-valia para as entidades locais, para os adultos e para os centros de formação e educação de adultos.

Territórios Aprendentes

No fundo é o desenvolvimento de estratégias de TERRITÓRIOS APRENDENTES. Um início tímido é verdade, mas ….um início!

E como funcionam as Caravelas? Ah! Perguntem ao Fernão Magalhães do Stefan Zweig….e a resposta está lá! Mas podemos no futuro entrar na nossa Vasco da Gama…não custa nada!

Carlos Ribeiro

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © CAIXA MÉDIA | All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)