4 de Outubro, 2022

Praça das Redes

Jornalismo cidadão | Redes e Comunidades

ApprEUnance, projeto para melhorar a formação em alternância

PROJETOS EUROPEUS | 16 de maio de 2022

O projeto ApprEUnance enquadra-se no Programa Erasmus+ na vertente parcerias estratégicas e reúne 6 parceiros europeus com a finalidade de melhorar a formação em alternância, quer em escolas profissionais, quer ainda em centros de formação com as diversas nuances que podem ser tidas em conta nesta relação formativa que se apoia nas práticas de terreno para implementar programas de formação com sentido profissional.

A diversidade de estruturas formativas poderá ser uma mais-valia para encarar as metodologias e as técnicas que são aplicadas nos diversos países, no caso, na Bélgica, na Irlanda, na Eslovénia, em França e em Portugal.

A especificidade do modelo das MFR – Maisons Familiales Rurales em França e no mundo surge também como um ponto forte do projeto. A instituição com sede em Paris que dinamiza pólos do seu modelo pedagógico em aproximadamente 700 escolas, das quais 400 em França, apresenta uma profunda ligação com o mundo rural e uma forte relação com as práticas concretas das atividades agrícolas ou locais ligadas às tradições familiares . As MFR são um caso a estudar!

A Escola de Segunda Oportunidade de Matosinhos, por sua vez, surge como um exemplo de flexibilidade pedagógica e organizativa, sendo princípio da instituição respeitar a autonomia e as opções do jovem formando e consequentemente realizar um acompanhamento ao ritmo do próprio jovem. A escolha e a liberdade de optar e de mudar de enquadramento temático são variáveis centrais de uma relação pedagógica que se encontra em permanente negociação e gestão da instabilidade.

Os restantes parceiros europeus desenvolvem modelos com fortes dinâmicas de adaptação e de apoio aos percursos formativos dos seus formandos ou alunos, o que constituirá matéria fundamental no desenho de novas soluções que tenham em conta uma maior abrangência do processo educativo em termos individuais, coletivos, organizacionais e territoriais.

A AppreEUnace assenta nesta variedade de fontes e processos de aprendizagem sendo necessário aprofundar os sistemas de interseção e de acompanhamento para otimizar as novas formas de aprendizagem.

O projeto

Alguns elementos sobre o projeto europeu e de forma mais específica sobre o Encontro de Matosinhos nos passados dias 2,3 e 4 maio.

Está a decorrer um Inquérito sobre o funcionamento destes subsistemas de alternância para colher dados sobre as práticas de terreno e sobre as opções metodológicas de cada país, escola ou centro de formação.

Um dos objetivos das atividades a serem realizadas num futuro próximo consistirá no aprofundamento, através de entrevistas e de focus grupos, das informações colhidas através de questionário.

Uma outra meta a ter em conta é o envolvimento dos jovens e dos alunos neste processo de auscultação, matéria que será tema de um dos encontros de parceiros num dos países de origem dos parceiros.

O perfil de quem acompanha

Uma das vertentes mais exigentes deste processo de pesquisa e desenvolvimento prende-se com as funções e atividades dos profissionais que acompanham os jovens nas escolas de segunda oportunidade, nas escolas profissionais ou nos centros de formação

Um ponto de partida para esta abordagem reflexiva será o Relatório Anual de Atividades dos atuais técnicos de acompanhamento ou monitores que podem revelar não sá as ações levadas a efeito como também apontamentos sobre as modalidades de acompanhamento e sobre situações peculiares às quais foram dadas respostas adaptadas.

As funções destes profissionais neste contexto de acompanhamento surgem como muito diversas e até podem cobrir áreas surpreendentes de grande responsabilidade institucional como é o caso dos juízes sociais.

Um laboratório de Inovação para a alternância

Neste processo de investigação Importa trabalhar as relações entre a escola e os espaços existentes noutros contextos formais, informais e não-formais, que surgem como facilitadores das aprendizagens, de forma a que sejam os próprios jovens a determinar o potencial de cada modelo e que forneçam elementos para os ajustamentos ou mudanças que possam surgir como necessárias e serem ativos nos processos de co-construção que serão levados a efeito..

A Associação Kelvoa, que desenvolve uma ação de facilitadora nos processos reflexivos, de redes de profissionais e de comunidades de prática sobre o acompanhamento a pessoas , organizações e comunidades desempenhará um papel de apoio ao projeto procurando contribuir para que as soluções que vierem a ser sistematizadas constituam uma mais-valia nos subsistemas que incorporam a alternância, ou seja um regime dual, na sua estrutura pedagógica e de apoio ao desenvolvimento dos alunos ou formandos.

ENCONTRO DE MATOSINHOS

Reunião de parceiros | Encontro temático

Carlos Ribeiro | KELVOA, 16 de maio de 2022

Carlos Ribeiro | KELVOA
Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © CAIXA MÉDIA | All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)