Qui. Dez 3rd, 2020

jornalismo cidadão

Rede de Repórteres sociais

A aprendizagem a quem a trabalha!

2 min read

Nove pistas para apoiar a reformulação dos processos de aprendizagem que podem beneficiar da flexibilidade dos meios digitais para melhor se adaptarem aos adultos aprendentes.

@Praça das Redes | CR | 4 junho 2020

Os desafios que vão surgindo nos processos formativos desenvolvidos com os adultos nos Centros Qualifica, associados à nova circunstância do digital ter passado a ter uma carga muito mais intensa que nos tempos anteriores, remetem para uma reflexão metodológica e técnica e para uma abertura de horizontes cuja finalidade consiste em dinamizar ações de formação verdadeiramente baseadas em princípios andragógicos e nas experiências dos adultos participantes.

Nesses termos seguem NOVE referências no campo metodológico que podem enriquecer o arsenal dos formadores na programação das suas iniciativas a serem realizadas principalmente a distância com grupos ou com adultos considerados individualmente.

1 – APRENDER DE FORMA LÚDICA

Explorar os diversos meios de criação e de participação em dispositivos que facilitem aprendizagens a partir de jogos sérios, de iniciativas lúdicas e até divertidas.

2 – APRENDER COM OS OUTROS

Partir das experiências e dos saberes de outros adultos que estejam a viver processos similares de educação-formação. Trata-se da aprendizagem entre pares.

3 – APRENDER ATRAVÉS DE PROJECTOS

Projetos que tenham a ver com os adultos envolvidos, pessoais, comunitários , cidadãos…

4 – APRENDER RESOLVENDO PROBLEMAS

Situações concretas que exigem uma intervenção organizada e que devem apresentar resultados que sejam avaliados pelos adultos envolvidos.

5 – APRENDER INDO À DESCOBERTA

Quer no território, quer nos espaços patrimoniais, quer em temas totalmente desconhecidos, incentivar a insegurança da dúvida e o interesse pelo conhecimento e a sua potencial aplicação.

6 – APRENDER A PARTIR DE EXPERIÊNCIAS DO PASSADO

Revisitar experiências e identificar elementos a serem aprofundados no processo de aprendizagens.

7 – APRENDER COM AS ARTES

Mobilizar para os processos de aprendizagem a expressão artística de outros e do/a próprio/a.

8 – APRENDER COM CAUSAS LOCAIS

A cidadania activa como fonte de aprendizagens,

9 – APRENDER A APRENDER

A atitude e os meios para realizar de forma consciente e participativa as aprendizagens que devem integrar o desenvolvimento do próprio sujeito individual e colectivamente

Carlos Ribeiro | Caixa de Mitos

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
error

Enjoy this blog? Please spread the word :)